quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Excesso do excesso




Demasiadamente humano,
Dor de amor,
Dor de cabeça,
Prazer de viver,
Prazer de ser,
Demasiadamente vivo,
Buscando,
Criando,
Desconstruindo,
Renascendo,
Demasiadamente quero,
Sem licença abraçar,
Sem licença perdoar,
Sem licença conhecer,
Sem licença à justiça
Demasiadamente,
Sou,
Vivo,
Quero!

Laís Teixeira

Um comentário:

  1. Demasiadamente, amei!!!! A intensidade dos sentimentos "atropelando" a racionalidade. Quando se quer, nada importa, só o querer.

    Parabéns Laís!!!

    ResponderExcluir