O DIREITO

Imagem da WEB



Como um sopro entraste sem licença;
Me envolveu até a alma;
Inquietou;
Desacalmou;
Já fazes parte de mim e eu de ti;
Imagino nós, velhinhos, caminhando de mãos dadas;
Ao teu lado quero fazer justiça;
Proclamá-lo;
Em um grito incontido, proferir sentenças;
De felicidade;
De amor;
Com arte;
Com poesia;
Humana;
Popular!


Laís Teixeira

Comentários

  1. Nossa,
    Laís nos leva ao ideal,
    que se renova,
    que nos mantem.

    Beijo prima, lindo!

    ResponderExcluir
  2. Laís.. não sabia que você tinha blog!..
    Passando por aqui pela primeira vez, e já adorando!

    A arte pulsa aqui fortemente!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Amei a visita! Stven, pensei que tinha te falado.

    Bju

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

...

CUMPUREZA D’ALMA