quinta-feira, 22 de abril de 2010

SENTIDO/SEM SENTIDO


Meu olhar no teu olhar,
Teu olhar no meu olhar,
laços, traços, embaraços,
Descompassos de uma vida...
Ter e não perceber,
Perceber e não ter,
A vida corre a mil por hora!
ÊIIIIIIIIIiiiii, não vá sem mim,
Não me deixe assistir a partida do SENTIDO/SEM SENTIDO de viver!!!

Laís Teixeira

2 comentários:

  1. Habite o fluxo!
    Bom te ler por aqui!!!!!!
    Bjs querida.

    ResponderExcluir
  2. Todas a vezes que sinto o fio se romper lembro de VOCÊ!!!
    Flôr

    ResponderExcluir